Dia: 9 de agosto de 2021

[França] Face à pandemia, apoio mútuo e reapropriação
ANA, Notícias Ativistas

[França] Face à pandemia, apoio mútuo e reapropriação

11 de abril de 2021 A gestão da pandemia mundial pelos governos, incluindo o francês, está de acordo com o cinismo habitual do capitalismo: deixar morrer os mais pobres para que a economia continue funcionando. Essa pandemia é também social: ela afeta mais fortemente as populações mais pobres (até cinco vezes mais de mortos) e os mais isolados. Entretanto, uma solução existe hoje: várias vacinas estão disponíveis e oferecem cobertura suficiente para ajudar a sair desse marasmo mundial. A Federação Anarquista tem ideias claras: o apoio mútuo ao invés do cada um por si, a solidariedade ao invés da caridade, a Humanidade ao invés do mercado. Frente a essa pandemia não podemos continuar deixando as multinacionais e os Estados disporem de nossas vidas. Clamamos pelo fim da corrida capita...
[Espanha] As redes sociais e as massas de sonâmbulos
ANA, Notícias Ativistas

[Espanha] As redes sociais e as massas de sonâmbulos

Uma guerra, a das redes sociais, não termina porque se abandona a batalha. Por José Mansilla | 05/06/2021 Há algumas semanas, quando Ada Colau anunciou que estava saindo do Twitter, mergulhamos em um debate que talvez tenhamos fechado de forma falsa e precipitada. Em sua carta de despedida, a prefeita de Barcelona apresentou três razões principais para sua decisão: a falta de debates reais, de uma troca de opiniões fundamentada e ordenada, e sua substituição por mensagens que intoxicam e incitam ao ódio; o que ela mesma apresentou como “a tirania da presença permanente”. Ou seja, a necessidade de entrar em cada notícia, discussão ou disputa para a qual você é chamado e a criação de uma certa atmosfera artificial nesta rede. Uma maneira de se relacionar, de ser, que inadvertidamente sal...
[Canadá] Estátua de criador de ‘escolas indígenas’ é derrubada em Toronto
ANA, Notícias Ativistas

[Canadá] Estátua de criador de ‘escolas indígenas’ é derrubada em Toronto

Um grupo de manifestantes derrubou em 06/06 a estátua em homenagem a Egerton Ryerson, que estava localizada na Universidade Ryerson, em Toronto, por conta da revelação recente de 215 ossadas de crianças indígenas em um internato na Colúmbia Britânica. Ryerson é considerado um dos idealizadores do projeto dos internatos que forçavam os menores de idade dos grupos originários do Canadá a se “integrarem” na sociedade, abandonando suas tradições e línguas, e aprendendo a se portar “como um canadense”. A derrubada é só o ato final dos diversos protestos perante à obra que ocorrem desde a última semana. Ela já estava toda pintada de vermelho e danificada. Agora, os manifestantes cobram que a universidade mude de nome. Em nota, a instituição de ensino afirmou que não vai repor a estátua e qu...