Artigos

Espaço destinado à publicação de artigos e textos reflexivos, envolvendo questões filosóficas, políticas e sociais.

A Revolta de Kronstadt 1921
Artigos, MiniDocs

A Revolta de Kronstadt 1921

Mitos e Verdades Se hoje nossa preocupação centra-se no quanto é pernicioso a construção de narrativas com base em fakenews e teorias conspiratórias para que uma ideologia possa se hegemonizar e submeter o livre pensamento e a construção conjunta de consensos, precisamos entender que essa prática não é nova e nem pontual, mas foi recorrentemente utilizada ao longo da história, e desafortunadamente por todos os lados dos conflitos ideológicos. Se hoje há uma especificidade alarmante, sofisticada e em larga escala, como denunciado nos documentários da NetFlix “O Dilema das Redes” ou em “Privacidade Hakceada”, no passado, em geral, o apagamento da História e o silenciamento dos “vencidos” ocorria pelas vias de fato. Ao que tudo indica foi o que ocorreu no contexto da Rebelião de Kr...
Guerra Civil Espanhola de 1936
Artigos, MiniDocs

Guerra Civil Espanhola de 1936

A Revolução Anarquista Cartaz exposto nas ruas de Madri em 1.936, antes da Revolução iniciada no dia 19 de Julho: “No Pasaran!” A Guerra Civil da Espanha em 1936 e a posse do ditador fascista Franco, que inauguraria a ditadura mais longa da Europa, compõem um evento emblemático, embora acabe sendo pouco mencionado por ter ocorrido entre as duas grandes guerras mundiais. Apesar de totalmente inserida nesse contexto entre guerras, existem especificidades importantes que, por ocasião de seu aniversário agora em 19 de julho, é propício que falemos.Sem equívocos, podemos localizar a Guerra Civil Espanhola como um prenúncio do nazi-fascismo que iria imperar nos anos seguintes, deflagrando a Segunda Guerra em 39. Além da ajuda financeira de Mussolini e Hitler a Franco e sua Falange anticom...
A Cognição Bolsonarista
Artigos, MiniDocs

A Cognição Bolsonarista

Fascismo, Misticismo e Deficiência Cognitiva “Ambivalente, ao mesmo tempo radical e conservador” (BERNARDO, 2015, p. 13) “Na relutância em se identificarem com quem ganhava a vida numa fábrica, as camadas intermédias em crise manifestavam o apego aos valores tradicionais e a recusa de uma situação social potencialmente subversiva, opondo-lhe uma vocação de ordem. (BERNARDO, 2015, p. 216)” “(…) não crê que os homens sejam iguais, nem que sejam naturalmente bons (…). Rejeição a democracia por se caracterizar por um regime de fraqueza dominado pelos grupos de pressão (a velha política) que é incapaz de salvaguardar os interesses nacionais; rejeita o sistema parlamentar que não passa de um jogo estéril alheio às necessidades da nação.“ (MICHEL, 1977, p. 14) João Bernardo, en...
Como você é Manipulado? (Parte 1: Propaganda, Percepção e Habitus)
Artigos, MiniDocs

Como você é Manipulado? (Parte 1: Propaganda, Percepção e Habitus)

Introdução Este texto será dividido em quatro artigos que originará quatro vídeos compondo uma série: Parte 1: Propaganda, Percepção e Habitus Parte 2: Pós-Verdade e FakeNews Parte 3: Espiral de Silêncio, Agenda Setting e Janela de Overton Parte 4: Doxa, Episteme e Racionalidade O objetivo central é, partindo do suposto de que somos manipulados pelas informações que nos chegam cotidianamente, analisar e explicar como essa manipulação se dá, quais suas condições de possibilidade e os mecanismos utilizados para que ela ocorra. Embora seja fruto de uma extensa pesquisa que levou vários meses, sua urgência se dá no momento em que o atual governo brasileiro de Bolsonaro resolve recriar o Ministério das Comunicações. Diante das acusações de fakenews que os aliados do governo sofrem, das mentira...
O desafio do leite, Janela de Overton e extremismo
Artigos, MiniDocs

O desafio do leite, Janela de Overton e extremismo

Como o extremismo se comunica para tornar o fascismo normal… Se o chamado “Desafio do leite” proposto pelos produtores de laticínios aqui no Brasil não tiver ligação com o que exporemos nesse vídeo, não podemos afirmar com toda certeza que o gesto de Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista e investigado na CPI das FakeNews, seja algo inocente, pois brinca com uma ambiguidade perigosa fazendo exatamente como os trolls da extrema-direita mundial fazem. O fato é que desde, pelo menos 2017, há uma apropriação pela extrema-direita (ou direita alternativa, a alt-right americana) composta por supremacistas brancos, neonazistas, fascistas e fundamentalistas cristãos, ao ato de beber leite como símbolo de uma suposta superioridade racial. Tudo isso se tornou visível e risível em 10 de...
“Deus” não está morto
Artigos, Conversas Esdrúxulas, MiniDocs

“Deus” não está morto

Desenho: A Morte — Aline Brasil Olhar para a nossa hitória é algo importante por dois motivos básicos: primeiro porque olhando para trás, para o que vivemos, podemos aprender com os nossos erros e não deixá-los se repetir, segundo porque ao revivermos as nossas memórias recriamos o que somos, nos transformamos e temos a possibilidade de fazer isso nos tornando seres melhores do que já fomos. Nós temos feito isso? À luz dos acontecimentos recentes fica claro que não. No século XIX, o pensador Nietzsche disse: “Deus está morto”. Ele falou da morte das velhas ideias platônicas que dividiram o mundo em dois: o inteligível e o sensível. Falou da morte do cristianismo que deu continuidade a essa divisão e fez do ser humano um ser condenado a viver em culpa e em dívida eterna com Deus. ...
O Pensamento de Piaget
Artigos, Sophia

O Pensamento de Piaget

Série Pensadores - Gambiarra O suíço Jean Piaget foi um dos pesquisadores mais influentes no campo da educação durante a segunda metade do sec. XX. Apesar de ser lido por 10 entre 10 pedagogos ou licenciados em educação de todas as áreas, sua formação era de biólogo, o que permitiu que ele dedicasse sua vida à observação científica rigorosa e pudesse desenvolver uma teoria sobre o processo de aquisição de conhecimento do ser humano. A originalidade de seu pensamento inaugura a chamada corrente construtivista da educação. Para ele o conhecimento era uma construção do sujeito a partir de sua ação sobre os objetos do mundo. Dessa forma seu pensamento se opõe tanto ao inatismo genético como determinante da aquisição do conhecimento, quanto ao behaviorismo, que concebia o conheciment...
A Filosofia e o MEC de Bolsonaro
Artigos, MiniDocs

A Filosofia e o MEC de Bolsonaro

Seguindo seu plano malévolo, depois de ter dito que quer a “garotada longe da política”, Bolsonaro dá mais um passo rumo ao anti-intelectualismo que marca sua trajetória desde sempre. Desta feita, incorporando de vez o Efeito Dunnung-Kruger, o presidente cria uma mentira para basear a decisão de diminuir os investimentos nos cursos de Humanidades no ensino brasileiro. Conforme nos mostrou o relatório “Pesquisa Brasil”, feito pela empresa Clarivate Analytics para o CAPES, das 20 universidades brasileiras que mais produziram pesquisa, 15 são federais e 5 são estaduais. Todas públicas. Nenhuma particular, ao contrário do que afirmou o presidente em entrevista para seu cabo eleitoral Augusto Nunes da Jovem Pan. (mais…)
BOLSONARO-ARAÚJO e o efeito DUNNING-KRUGER
Artigos, MiniDocs

BOLSONARO-ARAÚJO e o efeito DUNNING-KRUGER

Muitos pensadores ao longo da história se debruçaram sobre a questão do conhecimento. Mas esse texto não é, exatamente, sobre epistemologia, embora a tangencie. A questão que queremos colocar aqui é: até que ponto (e sob quais consequências), é possível ter consciência de nossa própria ignorância? Confúcio, pensador Chinês que viveu há 5 séculos antes de nossa era teria dito: “O verdadeiro conhecimento é saber a extensão da ignorância de alguém” Pouco tempo depois, Sócrates, Filósofo grego, teria questionado o próprio oráculo de Delphos, após a consulta de Querofonte que o colocara como o Homem Mais Sábio da Terra, com a frase: “Só sei que nada sei”. Nietzsche foi enfático em dizer sobre os inimigos da verdade: “Convicções são inimigos mais perigosos da verdade do que m...
A “censura” contra Gentili
Artigos, MiniDocs

A “censura” contra Gentili

A internet entrou em polvorosa com a notícia de que o humorista e apresentador Danilo Gentili pudesse pegar 6 meses de prisão. A prisão seria a pena legal para a condenação em primeira instância do julgamento da queixa-crime movida pela Deputada Maria do Rosário. As questões que mais se levantaram sobre o caso giram em torno da Liberdade de Expressão e a Censura do Estado. Muitos influencers famosos se manifestaram a respeito, muitos julgando a pena exagerada, mas quando os discursos se reduzem ao embate Liberdade de Expressão e Censura do Estado, trata-se de uma batalha perdida. Não nos parece que alguém, em sã consciência, pudesse ser contra a Liberdade de Expressão e a favor de qualquer tipo de Censura Estatal. O povo brasileiro é escaldado por mais de 20 anos ...