Anarquista.Net

Feed do portal Anarquista.Net. Conheça mais em https://www.anarquista.net/

Anarquismo e o sindicalismo revolucionário na década de 1920 no Brasil
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

Anarquismo e o sindicalismo revolucionário na década de 1920 no Brasil

É afirmado por parte da historiografia do tema que desde o início da década de 1920, o movimento anarquista teria começado sua decadência. De fato, concordamos que o anarquismo começa a perder sua base social de maneira irreversível nesse período, mas, neste artigo, afirmamos, concordando com outras pesquisas e também olhando para além do eixo Rio-São Paulo, que o anarquismo e suas estratégias ainda representavam uma opção de luta de boa parte da classe trabalhadora. A circulação de ideias através de seus grupos móveis e suas ligações em entidades sindicais translocais, a partir da Confederação Operária Brasileira (COB) fizeram o anarquismo, que estava sendo atacado em seus núcleos mais usuais, conserva-se, além de se legitimar em lugares diferentes e longínquos entre si, fato muito impor...
O Anarquismo de Buenaventura Durruti
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

O Anarquismo de Buenaventura Durruti

Introdução O Anarquismo de Buenaventura Durruti PDF: A classe trabalhadora não é algo estático, sua constituição é um movimento completamente vivo, encontra-se em um processo constante de fazer-se, suas organizações, suas ideias aprimoram-se com as práticas de luta. Ela age de acordo com as condições objetivas de sua realidade e o desenvolvimento de seu pensamento parte da crítica dessa realidade para estabelecer processos que abram caminhos pra inverter a ordem social vigente. E é exatamente pela análise dessa realidade que iniciamos nosso estudo. O primeiro capítulo traça o percurso do desenvolvimento socioeconômico da Espanha desde o início do século XX, compreendendo as dinâmicas políticas e sociais da sociedade espanhola e a situação da classe trabalhadora no período, tanto no períme...
Angelo Bandoni
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

Angelo Bandoni

Angelo Bandoni foi um anarquista de origem (1868-1947) franco-italiana, que viveu no Brasil no período compreendido entre 1900 e 1947. Responsável por editar alguns periódicos que atingiram notoriedade entre o operariado, sobretudo nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, Bandoni também organizou uma das primeiras experiências de escola no país atravessada por concepções libertárias e destinada aos filhos dos trabalhadores. Por este feito, passou a ser reconhecido, segundo alguns memorialistas que vivenciaram o seu mesmo espaço social e temporal, como “o professor”. Período no Estrangeiro Angelo Bandoni nasceu em 2 de julho de 1868 em Bastia, uma cidade localizada ao norte da ilha da Córsega na região do mar Mediterrâneo. A ilha da Córsega, até o ano de 1768-9, sofreu grande influência...
A imaginação subversiva ao redor do mundo – Imagens, poesias e Contos de protesto na Imprensa Anarquista e Anticlerial (Espanha, Argentina e Brasil, 1897-1936)
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

A imaginação subversiva ao redor do mundo – Imagens, poesias e Contos de protesto na Imprensa Anarquista e Anticlerial (Espanha, Argentina e Brasil, 1897-1936)

A presente tese se propõe a desvendar parte do imaginário subversivo divulgado pelas páginas de determinadas publicações da imprensa anarquista e anticlerical espanhola, argentina e brasileira, entre os anos de 1897 a 1936, totalizando catorze publicações distintas. Assim, este estudo também comunga com os pressupostos da chamada história transnacional e demonstra, no seu desenrolar, que as publicações dessa imprensa alternativa, apesar das distâncias geográficas significativas e das dificuldades de manutenção que apresentavam, estavam em constante contato umas com as outras, estabelecendo laços de solidariedade, possibilitando a ampla circulação de artefatos culturais e, consequentemente, a constituição de um imaginário combativo e próprio. Imaginário esse que é forjado e aqui revelad...
A Democracia
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

A Democracia

A palavra democracia, que tem origem grega – demos significando povo e kratia significando governo ou poder – tão utilizada durante a História, pode ter hoje os mais diferentes – e inclusive antagônicos – significados. Falam de democracia hoje, desde os anarquistas até os políticos mais conservadores. Talvez por isso a palavra seduza elementos da esquerda mais institucional, que acreditam que os seus partidos sejam um elemento essencial nessa tal democracia. ► A Festa da Democracia Entre os anarquistas, a crítica da democracia sempre foi uma crítica da democracia parlamentar, da maneira como ela surgiu dentro das sociedades com aspectos fortemente retrógrados. Quando os anarquistas utilizam a palavra democracia de maneira positiva, não se referem a ela como expressão dos partidos políti...
Anarquistas – Ética e Antologia de existências – Livro-Pdf
Anarquista.Net, Notícias Ativistas

Anarquistas – Ética e Antologia de existências – Livro-Pdf

Os anarquistas não esperam pelo futuro. Acontecem a cada momento. Realizam experimentações e se apartam de programas. Vivem associados revirando-se e provocando reviravoltas no planeta. Compõem forças atuantes que marcam presenças, não temem ser nocivos, querem inventar uma nova sociedade. Atuam fortalecendo sua utopia. Para eles não há futuro livre e igualitário que não seja vivido aqui e agora. Por isso incomodam inventando costumes liberadores e libertadores. Invenção para o anarquista não é uma palavra oca, um artifício científico, um sinônimo de criação. Inventar é surpreender, romper fronteiras atuando sobre as bordas, é desnudar a camuflagem, apanhar o transvestido de anarquista, fazer rodopiar o agente professoral que associa invenção a mentiras a serem desbaratadas, a...