[Colômbia] Abolir o Estado, Constituir as Assembleias!

A guerra, que se mantém nos territórios, tem sido continuada devido a decisões políticas contrárias ao povo. E são as mesmas pessoas que continuam a deitar mortos, que continuam a sofrer o abuso do Estado, a repressão das forças de segurança que só servem para manter os privilégios daqueles que controlam o poder político e/ou econômico, das promessas não cumpridas que levaram ao início de um novo ciclo de violência, à traição de acordos que semearam a esperança, mas decidiram colher um fogo alimentado com gasolina.

Hoje, diferentes agrupamentos, coletivos e organizações, nos manifestamos publicamente contra a reforma fiscal sobre bens essenciais de subsistência, mas não apenas porque consideramos esta reforma como um roubo organizado ao bolso da classe trabalhadora, camponeses, trabalhadores e trabalhadoras de serviços, por conta própria e autônomos. Se não, além disso, tornamos evidente o fracasso que constitui este governo uribista de Iván Duque, assim como o desastre que é todo o aparato estatal deste país, que tentou esconder com obras públicas, leis, decretos, propaganda da mídia e nacionalismo barato, o roubo organizado que realmente é, sobre a totalidade do povo desta região do continente.

Os impostos de que Duque falava – mentirosamente – de reduzir, independentemente do presidente em exercício, foram, são e serão, um roubo geral do povo, porque garantiram, através da máfia clientelista, o acesso ao poder de não mais de 20 famílias em todo o país, que se enriqueceram corruptamente e continuam a exercer o poder nos territórios – muitas vezes – através do uso de armas, legais ou ilegais; beneficiando-se de aluguéis legais e do mercado negro, – entenda-se – tráfico de drogas, contrabando, tráfico humano, engorda de terras, desapropriação de terras de camponeses, mineração ilegal.

Como podem esperar que o povo continue a acreditar no Estado, se o mesmo governo que o controla, age sistematicamente contra o povo?

O tratamento da pandemia é desastroso, não apenas o Duquismo arruinou a opção covax quando poderia ter garantido o fornecimento de vacinas, mas também ousaram fazer negócios com a saúde, às custas dos impostos que roubam dos trabalhadores.

A pressão sobre os trabalhadores da saúde, a superexploração que sofrem, dia após dia, não é exclusiva, já que os professores também têm sido profundamente afetados, sem mencionar todas as pessoas, que com seu suor, lágrimas e esforço sustentam um estado que leva mais do que realmente dá.

Recuperar as autonomias municipais, a coletivização do território entre aqueles que o habitam ancestralmente ou tradicionalmente (não entre aqueles que por usurpação, desapossamento e deslocamento as obtiveram), exercer a assembleia, o comunalismo e a horizontalidade, onde todas as decisões se dão coletivamente, uma assembleia aberta, participativa, diversa em diálogo permanente, rejeitando qualquer autoridade, caudilhismo, caciquismo, patronalismo e patriarcalismo.

Por tudo isso, e muito mais, é que os anarquistas, nos expressamos em retumbante oposição às simples ações, o que constitui um desfile pela sétima via, quando em verdade convocamos a Greve Geral Indefinida, que leva a mover o status quo em benefício do povo: de suas minorias crioulas oligárquicas e burguesas, para os povos amplos, abrangentes e diversos que compõem a maioria da população da região colombiana.

Não é necessário que o Estado controlado pela elite decrete a REFORMA AGRÁRIA, as próprias comunidades, cidades e municípios podem fazê-lo, sem intermediários, basta que eles concordem com uma assembleia e a iniciem.

Abolir as relações de subordinação ao estado narco-oligárquico!

Acabar com a atividade passiva, é hora de ir para as ruas!

Obstruir o exercício da repressão!

Constituir assembleias autônomas de bairro e municipais!

Abolir as relações de opressão machista e patriarcal: participação diversificada e igualdade de gênero, acordos de renúncia à guerra!

Desobediência civil desarmada!

Evitar a reforma tributária, reforma previdenciária e reforma trabalhista!

Abolir o Estado!

Constituir as assembleias!

Colectivx Kaos Kreador Antifascista | Banderas Negras | ULET-AIT

Fonte: https://www.acat-ait.org/2021/05/06/abolir-el-estado/

Tradução > Liberto

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/05/09/colombia-e-infame-que-matem-jovens-desarmados-diz-pai-de-adolescente-morto-com-tiro/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/05/07/colombia-meu-irmao-sempre-disse-que-se-ele-morresse-ele-o-faria-por-seu-pais-irma-de-nicolas-guerrero/

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2021/04/30/colombia-protestos-contra-reforma-tributaria-tem-confrontos-entre-policiais-e-manifestantes/

agência de notícias anarquistas-ana

image_pdfPDF Exportarimage_printImprimir

Deixe um comentário...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: